Doação de Embrião?

“A Flórida é um estado bom para cumprimento de contratos de doação de embrião.”

O que é Doação de Embrião?

Estima-se que existam mais de 600.000 de embriões congelados armazenados nos EUA. Uma pequena porcentagem desses embriões serão doados a outras pessoas que querem usar a doação de embrião. As vezes chamada de “doação secundária”, muitos pacientes de infertilidade têm “restos” de embriões congelados que transferem a outros pacientes depois de terem completado as suas próprias famílias. Casais receptores de embrião são aqueles que podem ter passado por um tratamento de infertilidade anteriormente sem sucesso e / ou depois de exploradas outras opções como doação de óvulos, decidem optar por doação de embrião, ou por razões financeiras, éticas ou até religiosas.

Quando Procurar Representação Legal se Você está Doando ou Recebendo Embriões

Todas as Partes de uma doação de embriões necessitam representação legal independente. De um modo geral, a transferência de material genético para outra pessoa é repleta de minas terrestres, legais e éticas. A última coisa que um recipiente vai querer suportar no futuro será uma ação legal, porque o chamado doador mudou de ideia. Um erro muito comum é pensar que os consentimentos médicos sejam suficientes como permissão para que uma transferência ocorra sem problemas. Sim, vai permitir que a transferência ocorra, mas não vai, no entanto, confirmar quem são os pais legais de crianças nascida desses embriões. É imperativo que a transferência seja feita de uma forma legalmente responsável para fornecer a segurança um futuro ordenado e previsível.

Recentemente, algumas agências têm promovido programas de adoção de embriões. Estritamente falando, os pais pretendentes precisam estar cientes de que não há nenhuma legislação chamada adoção de embriões e de que os estatutos de adoção não incluem embriões. A transferência de embriões é regida pelas mesmas regras que uma doação de óvulos.